O festival em imagens

EQUIPE OLHAR DE CINEMA

NOITE DE ABERTURA

FILMES, DEBATES, SEMINÁRIO E OFICINAS

MULTIOLHARES

CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO E ENCERRAMENTO

Mostra Olhar Itinerante começa dia 15 de junho

 Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba e Sesi/PR promovem a mostra Olhar Itinerante a partir do dia 15 de junho. 

A partir dessa semana, o Sesi/PR dá a última oportunidade para quem quiser ver dois filmes de sucesso, que entraram na programação do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, que acabou no último dia 4. Nos próximos dias 15, 16, 17, 23 e 24 de junho o Sesi/PR promove a Mostra Olhar Itinerante, que exibirá o curta “Realejo” e o documentário “Iván – De Volta para o Passado”, nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Campo Largo, Campina Grande do Sule Rio Branco do Sul.

O curta “Realejo”, do diretor Marcus Vinicius Vasconcelos, conta a história de um realejo mágico, que a cada lua cheia decide o futuro de todos os habitantes de um misterioso planeta. Um desses seres, cansado desta rotina opressora, fará o impossível para mudar sua realidade. Já o documentário paranaense “Iván – De Volta para o Passado”, conta a história de um imigrante ucraniano idoso que retorna à sua terra natal. A produção local contou com a direção de Guto Pasko.

A entrada é gratuita com classificação livre.

Os ingressos deverão ser retirados no local a partir de 1h antes da exibição dos filmes. Sujeito à lotação.

Serviço:

Mostra Olhar Itinerante

Curitiba

Data: 15 de junho, sexta-feira

Horário: 20h

Local: Sede da Fiep – Av. Cândido de Abreu, 200 – Centro Cívico

Capacidade: 300 lugares.

São José dos Pinhais

Data: 16 de junho, sábado

Horário: 15h

Local: Famec – Av. Rui Barbosa, 5881 – Afonso Pena

Capacidade: 300 lugares.

Campo Largo

Data: 17 de junho, domingo

Horário: 15h

Local: Casa da Cultura – Av. Centenário, 2011

Capacidade: 280 lugares.

Campina Grande do Sul

Data: 23 de junho, sábado

Horário: 15h

Local: Teatro Municipal José Carlos Zanlorenzi – Av. Juscelino K Oliveira, 975
Capacidade: 400 lugares.

Rio Branco do Sul

Data: 24 de junho, domingo

Horário: 15h

Local: Clube Rio Branquense – Rua Cel. Carlos Pioli, s/n.

Capacidade: 150 lugares.

Premiados

Após 7 dias, 8 Mostras, 156 horas de filmes e um público superior a 10.000 espectadores, o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba divulga seus filmes vencedores.

Em cerimônia realizada na noite desta segunda-feira (04/06) no Teatro Guairinha, na capital paranaense, foram revelados os filmes vencedores do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.
Na competição internacional, o longa português “Sangue do Meu Sangue” foi escolhido como Melhor Filme. Na competição brasileira, o grande vencedor foi “As Hiper Mulheres”, que levou os prêmios da Crítica, do Público e do Júri Oficial.

 A Cerimônia de Premiação, realizada no Teatro Guairinha, foi apresentada pela atriz e cantora Íria Braga e contou com o pocket show Cyrk, da banda Trio Quintina.

 

Veja a lista completa dos premiados:

Competitiva Janela Internacional de Longa Metragem

Melhor Filme – Prêmio Olhar de R$ 10.000,00:
Sangue Do Meu Sangue (Blood Of My Blood), de João Canijo.
Portugal.

Prêmio Especial do Júri:
Snackbar (Snackbar), de Meral Uslu.
Holanda.

Prêmio de Contribuição Artística:
Country Music (Musica Campesina), de Alberto Fuguet.
Chile/EUA.
Pelo trabalho de direção.

Prêmio do Público:
Las Acacias (Las Acacias), de Pablo Giorgelli.
Argentina/Espanha.

Competitiva Olhares Brasil de Longa Metragem

Melhor Filme – Prêmio Olhar de R$ 7.000,00:
As Hiper Mulheres (The Hyperwomen), de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro.

Prêmio Especial do Júri:
Girimunho (Swirl), de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr.

Prêmio de Contribuição Artística:
Estradeiros (Wanderers), de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira.
Pela força da imagem como representação do universo dos personagens.

Prêmio da Crítica – Associação Brasileira dos Críticos de Cinema (Abraccine):
As Hiper Mulheres (The Hyperwomen), de Carlos Fausto, Leonardo Sette e
Takumã Kuikuro.
Pela maturidade no tratamento cinematográfica da cultura indígena em processo compartilhado de criação

Prêmio do Público:
As Hiper Mulheres (The Hyperwomen), de Carlos Fausto, Leonardo Sette e
Takumã Kuikuro.

Mostra Novos Olhares
Para 1º.s ou 2º.s filmes de cineastas brasileiros e internacionais.

Melhor Filme:
Para Além Das Montanhas (Yama No Anata / Beyond The Mountains), de Aya Koretzky.
Portugal.

Competitiva Janela Internacional de Curta Metragem

Melhor Filme – Prêmio Olhar de R$ 4.000,00:
Cross-country (Cross), de Maryna Vroda.
França.

Prêmio Especial do Júri:
Could See A Puma (Pude Ver Un Puma), de Eduardo Williams.
Argentina.

Prêmio de Contribuição Artística:
Cross-country (Cross), de Maryna Vroda.
França.
Pelo trabalho de câmera e fotografia.

Prêmio do Público:
Beast (Csicska), de Attila Till.
Hungria.

Competitiva Olhares Brasil de Curta Metragem

Melhor Filme – Prêmio Olhar de R$ 2.500,00:
Assunto de Família (Family Affair), de Caru Alvez de Souza.

Prêmio Especial do Júri:
Na Sua Companhia (By Your Side), de Marcelo Caetano.

Prêmio de Contribuição Artística:
Dona Sônia Pediu Uma Arma Para Seu Vizinho Alcides (Dona Sonia Borrowed A Gun From Her Neighbor Alcides), de Gabriel Martins.
Pelo rigor estético e economia de meios na direção.

Menção Honrosa:
Vereda (Pathway), de Diego Florentino.

Prêmio da Crítica – Associação Brasileira dos Críticos de Cinema (Abraccine):
Na Sua Companhia (By Your Side), de Marcelo Caetano.
Por representar um cinema múltiplo tanto no caráter humano como no estético, explorando com sensibilidade expressões amorosas.

Prêmio do Púbico:
Praça Walt Disney (Walt Disney Square), de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira.

Prêmio Aquisição RPC – RS 10.000,00 para curta paranaense:
O Descarte (The Disposal), de Carlon Hardt e Lucas Fernandes.

Ao final da cerimônia, os organizadores afirmaram que todas as expectativas do Festival foram superadas, e já confirmaram a realização do segunda edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba para 2013.

Mais participantes selecionados para as 3 oficinas do Olhar de Cinema

Tivemos algumas vagas remanescentes nas 3 oficinas do Olhar de Cinema 2012! A relação dos novos selecionados, abaixo. Todos receberão um e-mail pedindo confirmação de interesse nas oficinas. Fiquem atentos. Agradecemos a todos os inscritos.

OFICINA DE ROTEIRO
Denise Ramalho
Guilherme Estima Mir
Jean Paul Vieira
Marcos Paulo Martins Souza
Mevelyn Mara Gonçalves

OFICINA DE LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
Eder Piazza
Emiliana Bresolin
Fernando Figueiredo
Humberto Rocha
Lennita Oliveira Ruggi
Luiz Alexandre Pinheiro Kosteczka
Raquel Ribeiro

OFICINA DE DOCUMENTÁRIO
Ailime Kamaia Espinola Moreira
Denise Soares
Fernanda Dantas Jacob
Jessica Leite
Lidiane Tonon
Lucas Siriani
Gisele Krodel Rech
Milena Spak Bozek

Participantes Selecionados – Oficinas

Agradecemos as 331 inscrições de interessados nas oficinas do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.  Segue abaixo a relação dos 25 selecionados para cada oficina. Caso haja desistência chamaremos outros inscritos! Os selecionados receberão e-mail com orientações gerais.

Lembramos que além das oficinas teremos I Seminário de Cinema Contemporâneo de Curitiba! Confira a programação em: http://2012.olhardecinema.com.br/seminario/ | Se curtiu, é só chegar!

E ainda os debates com os realizadores dos filmes:  http://2012.olhardecinema.com.br/debates/ | Entrada gratuita. Não necessita inscrição.

OFICINA DE ROTEIRO
Afonso Padilha
Brenda Carolina Schiavon Borgo
Bruno Monteiro
Bruno Surian
Camila Galvão de Oliveira
Estela Zardo
Felipe Augusto Ribeiro de Souza e Silva
Fernanda Santos da Costa
Filipe Reblin
Gabriela Beltrand
Gabriela Correia Fontes
Herminia Caroline Morais Mota
Isabele Orengo
Jefferson Maxwell do Carmo Alves
Julliana Deon
Karinne Raniel
Louise Fiedler
Lucas Ferreira da Silva
Marcos Trindade
Mari Fernanda Mendes
Paulo Vitor
Ricardo Salvador Ramalho
Stefani Arrais Nogueira
Vivian Faria
William De Oliveira

 

OFICINA DE LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
Abner Tumeo
Alessandra Costa
André Luis Pulcides
Angelo Bissacotti Brum
Annelise Papaleo
Barbara Monteiro Martins de Oliveira
Bruna Kochhann
Bruna Yolanda
Camila Carneiro Martins
Camila Scherner
Cassia Hauari
Cauby Monteiro
Eduardo Calegari
Eduardo Luiz Tomasini
Fernando Takizawa
Guilherme Sell
Janaina Leczko
Laís Galvão dos Santos
Larissa Bahl
Marcela Barba Santos
Marcela Goellner
Miguel Haoni Batista
Natasha Schiebel
Saulo Mohana
Tânia Gazola Baes

 

OFICINA DE DOCUMENTÁRIO
Ana Caroline Gobbi
Ana Paula Aguiar Clemente
Ana Paula Melo
Beatriz Moreira
Bianca Hammerschmidt
Bruna Lourenço dos Santos
Edemar Miqueta
Fernando Moura
Flávia da Rosa Melo
Gustavo Xavier da Silva
Igor Iuan Ablas
Jessica Freitas
João Menna Barreto
Lara Hax
Louanny Bueno Martins Guimaraes
Luiza Barreto
Mariana Freitas
Mariana Poncio de Lima
Nathalia Kamura
Nika Braun
Pamela Aparecida Almeida
Priscila Ernst
Thatyelle da Cruz
Vinícius Gallon de Aguiar
Wemerson Martins de Faria

Vinheta oficial

Credenciamento de Imprensa

O credenciamento para a imprensa será feito até 11 de maio no link:www.olhardecinema.com.br/imprensa

Para mais informações de imprensa e credenciamento:
press@olhardecinema.com.br

Oficinas

Estão abertas as inscrições para as oficinas do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba. As oficinas serão gratuitas, direcionadas a iniciantes, e ocorrerão nos dias 31/05, 01/06, 02/06 e 3/06, das 9h às 12h no SESC da Esquina.

OFICINAS OFERTADAS

• Roteiro – Ministrada por Fernando Marés

• Documentário – Ministrada por Evando Mocarzel

• Linguagem Cinematográfica – Ministrada por Hernani Heffner

Para a inscrição, preencha o formulário abaixo:
www.olhardecinema.com.br/oficinas

As inscrições serão realizadas unicamente através do preenchimento do formulário online enviados entre os dias 23 de abril e 11 de maio. Os selecionados serão avisados até dia 18 de maio.

Limite de 25 vagas para cada oficina.

SOBRE OS OFICINEIROS

FERNANDO MARÉS
Em 1997 fundou o site Scripts On the Net, que durante dois anos foi o maior Banco de Roteiros do mundo. Escreeu, com o romancista Tabajara Ruas, o roteiro de “Netto perde sua alma”, premiado longa-metragem lançado em 2001. Em 2003 lançando o portal Roteiro de Cinema. É indicado ao prêmio da Academia Brasileira de Cinema na categoria melhor roteiro adaptado por “Netto perde sua alma”. Em 2004, em Porto Alegre, trabalha em parceria com Geraldo Borowski como Roteiristas e Assistentes de Direção no filme de longa-metragem “Cerro do Jarau”, de Beto Souza. Em 2005 participa do longa “Garibaldi in America”, como roteirista e assistente de direção. Como professor de Roteiro, ministrou cursos e workshops na Arte & Letra e na Academia Internacional de Cinema

EVALDO MOCARZEL
Formado em Cinema e Jornalismo na Universidade Federal Fluminense, foi editor de cultura do jornal O Estado de S. Paulo durante oito anos. Premiado documentarista, Mocarzel dirigiu, dentre outros, “À Margem da Imagem” (l2003); “Mensageiras da Luz - Parteiras da Amazônia” (2004); “Do Luto à Luta” (2005); “À Margem do Concreto” (2006); e “Quebradeiras” (2009).

HERNANI HEFFNER
Formado em Comunicação Social – habilitação Cinema pela UFF, desenvolveu levantamentos e pesquisas em torno da história do cinema brasileiro junto à Cinédia Estúdios, assumindo a coordenação do programa de restauração dos filmes da companhia. Foi curador de Documentação e Pesquisa da Cinemateca do MAM (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro), transferindo-se para o arquivo de filmes da mesma instituição, onde exerce a função de conservador. Colaborou em diversas publicações do meio, com destaque para a participação na Enciclopédia do Cinema Brasileiro, em que assina mais de uma centena de verbetes. É professor da PUC e da UFF.

Olhar de Cinema e Núcleo de Dramaturgia do Sesi

O festival Olhar de Cinema está em parceria com o Sesi no Núcleo de Dramaturgia Cinematográfica.

O projeto tem como objetivos descobrir e desenvolver novos roteiristas para o cinema nacional, valorizando talentos paranaenses e promovendo um intercâmbio dos roteiristas locais com profissionais de destaque no cenário nacional e internacional.

São oficinas de dramaturgia cinematográfica com encontros quinzenais com o roteirista Leandro Saraiva em parceria com Rune Tavares (ministrando oficinas de produção criativa). O Núcleo terá parceria com o Ficção Viva II – Roteiro, projeto do Olho Vivo com patrocínio da Petrobras. O Ficção Viva II irá promover workshops de roteiro com grandes nomes do cinema Latino Americano.

Inscreva-se em: http://www.sesipr.org.br/sesicultural/FreeComponent14094content155353.shtml

Mais filmes selecionados

 

COMPETITIVA OLHARES BRASIL (BRAZILIAN FILM COMPETITION)

All of God’s Creations (Tudo que Deus criou) – World Premiere
By André da Costa Pinto
Brazil, 105′, 2012

SYNOPSIS
A fatherless guy, a blind lady and the responsibility of looking after a family that falls upon a young guy who goes through an identity crisis.

 

Walt Disney Square (Praça Walt Disney)
By Renata Pinheiro and Sérgio Oliveira
Brazil, 21′, 2011

SYNOPSIS
A “quasi-musical” approach on contemporary urban life that reflects Brazilian society and many others throughout the world. This documentary describes at the same time a place, a city and a country.

 

Oma (Oma)
By Michael Wahrmann
Brazil, 22′, 2011

SYNOPSIS
She speaks German, I speak Spanish. She doesn’t hear me, I don’t understand.

 

COMPETITIVA JANELA INTERNACIONAL (INTERNATIONAL FILM COMPETITION)

Blood of my blood (Sangue do meu sangue) – Paraná State Premiere
By João Canijo
Portugal, 140′, 2011


SYNOPSIS
The harshness of life in inner city Lisbon and the sacrifices that two women are willing to make for their family. Marcia is determined to end the cycle of poverty for her family and when she discovers that her daughter is dating an older professor, she will stop at nothing to end this unwelcome relationship.

 

Narcocorrido (Narcocorrido) – South American Premiere
By Ryan Prows
USA, 23′, 2011

SYNOPSIS
The Narcocorrido, Mexican folk ballads created by those trapped in violence, mythicize seedy drug tales of the modern West. When a gravely ill border cop robs a cartel shipment in a last ditch scramble for survival, she finds herself in a Narcocorrido made real. Will she recognize her shared desperation with the traffickers or suppress her own humanity to live?

COMPETITIVA OLHARES BRASIL

Tudo que deus criou (All of God’s Creations) – Premiere Mundial
De André da Costa Pinto
Brasil, 105′, 2012

SINOPSE
Um órfão, uma senhora cega e toda responsabilidade, em assumir uma família, jogada sobre os ombros de um jovem de 23 anos, que passa por um conflito de identidade.

 

Praça Walt Disney (Walt Disney Square)
De Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira
Brasil, 21′, 2011

SINOPSE
Praça Walt Disney é um documentário reflexivo sobre uma praça, um bairro, uma cidade, um país. Uma “quase-música” sobre uma cultura de ocupação urbana que reflete à sociedade brasileira e mundial. Praça Walt Disney propicia a percepção de uma realidade que se passa a nossa frente e, que muitas vezes, não é percebida.

 

Oma (Oma)
De Michael Wahrmann
Brasil, 22′, 2011

SINOPSE
Ela fala alemão, eu falo espanhol. Ela não escuta, eu não entendo.

 

COMPETITIVA JANELA INTERNACIONAL

Sangue do meu sangue (Blood of my blood) – Premiere Paraná
De João Canijo
Portugal, 140′, 2011


SINOPSE
As dificuldades da vida na periferia de Lisboa e os sacrifícios que duas mulheres estão dispostas a fazer pela sua família. Marcia está determinada a encerrar o ciclo de pobreza de sua família e quando ela descobre que sua filha está namorando um professor mais velho, não medirá esforços para terminar essa relação indesejada.

 

Narcocorrido (Narcocorrido) – Premiere América do Sul
De Ryan Prows
Estados Unidos, 23′, 2011


SINOPSE
O Narcocorrido é uma balada folclórica mexicana criada por presos para mitificar contos que ilustram o decadente tráfico de drogas ocidental moderno. Quando uma policial da fronteira, gravemente doente, detém um carregamento do crime organizado em uma última disputa por sua sobrevivência, ela se vê representada em um Narcocorrido. Será que ela reconhecerá seu desespero diante dos traficantes ou reprimirá seus sentimentos para sobreviver?